Plataforma Educativa Repsol Sinopec encerra seu sétimo ano de atividades
Plataforma Educativa Repsol Sinopec encerra seu sétimo ano de atividades
 
Desde a sua criação o programa já atendeu mais de 12 mil pessoas
 
O Plataforma Educativa Repsol Sinopec visitou 7 cidades e atendeu 892 pessoas em 2016. As cidades visitadas foram: Santos, São Sebastião e Ubatuba em São Paulo e Angra do Reis, Cabo Frio, Macaé e São João da Barra no Rio de Janeiro.
 
Os cursos oferecidos esse ano foram: Curso de Pescador Profissional (POP), Curso de Boas Práticas e Beneficiamento artesanal do pescado, Palestra sobre Gerenciamento de Resíduos, Palestra sobre Segurança na área de entorno das plataformas, Programa Saúde do Pescador, Palestra "Qualidade do Pescado: Aspectos Nutricionais e Sanitários" (UFRJ) e Palestra "Educação Ambiental".
 
Todas as atividades são gratuitas e desde a sua criação, em julho de 2009, o Plataforma Educativa Repsol Sinopec já esteve em dezoito cidades da costa brasileira, em algumas delas mais de uma vez atendendo a algumas das necessidades da população local, beneficiando mais de 12 mil pessoas.
 
O objetivo é levar qualificação profissional e cidadania às comunidades litorâneas.  As atividades são realizadas em uma unidade móvel de 12 metros de comprimento, equipada com computadores e kit multimídia, com capacidade para até 25 alunos por turma. E a avaliação dos participantes do Programa é positiva!
 
"Eu não pescava, só limpava o camarão e o peixe. Mas há quatro anos que eu penso em fazer essa carteira (POP) e só agora que eu consegui. Foi muito bom!" - Gilméria Gonçalves, aluna do Curso POP em Macaé – RJ.
 
"Achei o curso muito bom, muito interessante. Me ajudou a conhecer meus erros, para que eu não cometesse novamente. Agora é melhor pra mim e pra minha família, porque eu tenho que ir e voltar." - Rondineli Silva Nunes, aluno do curso POP em São João da Barra.
 
O Programa Plataforma Educativa Repsol Sinopec reforça o nosso compromisso com desenvolvimento das comunidades das áreas de onde atuamos. Parcerias: Marinha do Brasil, Instituto de Pesca do Rio (FIPERJ), colônias de pescadores, prefeituras e secretarias de meio ambiente, pesca e educação.