Repsol é premiada por tecnologia para melhorar segurança em instalações marítimas
Premiação ao projeto HEADS foi concedida pela World Oil Awards

 

A Repsol e a Indra, empresa multinacional de tecnologia, receberam o prêmio da revista World Oil pelo projeto HEADS (Hydrocarbon Early Automatic Detection System, na sigla em inglês), um sistema único que permite detectar fugas de hidrocarbonetos no meio aquático e permitirá que a indústria de óleo e gás melhore a segurança em instalações offshore.
 
O HEADS, desenvolvido no Centro de Tecnologia Repsol, utiliza o amplo conhecimento da Repsol em exploração e produção de petróleo offshore e a experiência da Indra no tratamento de dados em tempo real, assim como na construção e utilização de radares e câmaras de infravermelho.
 
O projeto foi premiado na categoria "Health, Safety, Environment/Sustainable Development Offshore", que teve a participação de empresas especializadas no desenvolvimento e comercialização de tecnologia offshore, como Halliburton e GE Oil & Gas. A prestigiosa publicação World Oil, referência na indústria de óleo e gás há quase 100 anos, premia as companhias mais inovadoras no desenvolvimento de tecnologias para solucionar os desafios da indústria.
 
O HEADS combina sensores de monitoramento, interpretação automática e alarmes sem intervenção humana, permitindo que a detecção de qualquer incidência no meio aquático tenha um menor tempo de resposta. O uso de imagens em infravermelho e radares permite maximizar a precisão, e a automação do processo permite um monitoramento constante de grande confiabilidade, o que melhora significativamente os sistemas atuais.
 
O projeto, que teve início no final de 2011, envolveu uma equipe multidisciplinar com mais de 20 especialistas e pesquisadores com conhecimento de óleo e gás, física, química, radares, algoritmos e integração de softwares. A patente foi registrada sob o Patent Cooperation Treaty (PCT) em mais de 147 países.
 
A Repsol tem mais de 400 pesquisadores em seu centro tecnológico, tendo desenvolvido projetos relacionados a exploração, desenvolvimento e produção de hidrocarbonetos. O HEADS é mais um fruto do CTR e foi inicialmente instalado na plataforma Tarragona de produção offshore, localizada na Espanha.
 
Uma vez que a fase de pesquisa e desenvolvimento seja finalizada, ambas as companhias darão início à fase de comercialização, tornando o sistema HEADS disponível a toda a indústria de óleo e gás. 
 
 
 
 
Mês movimentado para a Plataforma Educativa Repsol Sinopec
Pescadores de Búzios recebem suas carteiras MAC
 

No dia 14 de outubro, enquanto pescadores de São Sebastião, em São Paulo, estavam na sala de aula da Plataforma Educativa Repsol Sinopec, trinta pescadores de Búzios, no Rio de Janeiro, onde o programa esteve no mês de setembro, recebiam suas carteiras de Marinheiro Auxiliar de Convés (MAC).
 
A cerimônia de entrega das carteiras contou com as presenças do prefeito da cidade, André, Granado, do comandante da Marinha em Cabo Frio, capitão-tenente João Guilherme Dantas Mendes, e da gerente de Comunicação e Relações Externas da Repsol Sinopec Brasil, Gabriela Simões.
 
 
De volta a São Sebastião, trinta alunos fizeram o curso MAC, trinta cursaram o de Marinheiro Auxiliar de Máquinas (MAM) e outros vinte o de Mecânica de Motores. A Plataforma Educativa Repsol Sinopec ficou na cidade de 29 de setembro a 3 de novembro. Agora o programa irá, pela primeira vez nestes cinco anos de estrada, para São João da Barra, no Rio de Janeiro. 
 
 
 
 
Fernanda e Ana treinam no Rio acompanhadas por velejadoras dos EUA e da Áustria
Nova temporada de treinos na raia olímpica durou dez dias
 
 
 
De 10 a 17 de outubro, as velejadoras Fernanda Oliveira e Ana Barbachan – que neste mês subiram uma posição no ranking mundial, chegando à quinta colocação da classe 470 – estiveram no Rio de Janeiro treinando na Baía de Guanabara. Desta vez elas tiveram a companhia das duplas americanas Annie Haeger/Briana Provancha e Sydney Bolger/Carly Shevitz e da dupla austríaca Lara Vadlau/Anneloes Van Veen, atuais campeãs mundiais.
 
"Foram dez dias muito proveitosos, com treinos dentro e fora da Baía de Guanabara e diferentes condições de vento. Em novembro a gente retorna para mais uma temporada de treinamentos", diz Fernanda Oliveira, medalhista de bronze nas Olimpíadas de Pequim.
 
Em dezembro a dupla disputará, também na Baía de Guanabara, a Copa Brasil de Vela.

 


 
Andrea Dutra se apresenta no Sarau Repsol Sinopec
Artista apresentou canções de seu último disco, Jamba
 
 
Cantora e compositora que já trabalhou com artistas como Tim Maia, Mart'nália, Danilo Caymmi e Dona Ivone Lara, Andrea Dutra, que também integra o grupo Arranco de Varsóvia, foi a convidada de outubro do Sarau Repsol Sinopec. O show aconteceu no dia 30, na Pequena Cruzada, na Lagoa Rodrigo de Freitas, e teve transmissão ao vivo pela internet.
 
"Estou muito feliz por me apresentar aqui no Sarau Repsol Sinopec. Neste meu último disco, Jamba, faço uma mistura muito pessoal de samba e jazz, com composições minhas e outras de grandes compositores, como Moacyr Luz e Aldir Blanc, Caetano Veloso e Djavan. Espero que gostem", disse Andrea Dutra ao subir ao palco.
 
No palco, a cantora e compositora foi acompanhada pelos músicos Paulo Malaguti (piano), Alex Rocha (baixo) e Ricardo Costa (bateria). Neste ano o Sarau já recebeu, além de Adrea, o trombonista Vittor Santos, a cantora e pianista Joyce Cândido, o saxofonista Leo Gandelman, o cantor e pianista Marcos Valle, a cantora Mariana de Moraes e o compositor e instrumentista Jaime Alem. A última apresentação da 8ª temporada do Sarau Repsol Sinopec será de Bianca Gismonti.
 
 


 
Rubem César Fernandes lança Fora de Ordem – Viagens de Rubem César
Biografia é baseada em longa entrevista com o fundador da Viva Rio
 

Foi lançada no dia 16 de setembro, no Rio de Janeiro, com patrocínio da Repsol Sinopec Brasil, a biografia Fora de Ordem – Viagens de Rubem César. Por meio de uma longa entrevista conduzida por Lucia Lippi Oliveira e Dulce Pandolfi, o livro aborda a experiência, a memória e a história de vida de Rubem César Fernandes. 
 
Conhecido por sua atuação à frente da ONG Viva Rio e por ser um dos mais importantes atores de movimentos e causas sociais no Brasil, o relato de sua trajetória começa em Niterói, sua cidade natal, passa pelo Rio em um momento marcado pela militância de esquerda, a atuação no Partido Comunista, segue para o exílio na Polônia, o choque cultural nos Estados Unidos, a vida acadêmica na Universidade de Campinas e a criação do Instituto de Estudos da Religião (Iser) e da Viva Rio, sendo finalizado com seu período no Haiti. 
 
 

 

Repsol Sinopec patrocina Workshop de Petróleo da Unicamp
Foi a sétima edição do evento, realizado na Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp
 
De 13 a 16 de outubro, foi realizado o Workshop de Petróleo da Unicamp. Com patrocínio da Repsol Sinopec Brasil, as atividades promovidas pelo evento ocorreram todas no auditório da Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp, em Campinas. Em sua sétima edição, o Workshop de Petróleo da Unicamp promoveu 16 palestras, que apresentaram temas como "Completação em águas ultraprofundas" e "Geofísica de reservatórios", e a mesa-redonda "Horizontes para o petróleo", que debateu as perspectivas para a indústria de óleo e gás nos próximos anos.