Bons resultados da companhia são ressaltados em pesquisa
Repsol Sinopec foi a empresa de óleo e gás que mais cresceu no Brasil em 2014
 
Com a produção tendo chegado à importante marca de 60 mil barris de óleo equivalente (boe) por dia, o que fez com que a Repsol Sinopec se tornasse a terceira maior produtora de petróleo do país, os bons resultados da companhia mereceram destaque no especial Melhores & Maiores da revista Exame, que analisa o desempenho das 1.000 principais empresas presentes no país. De acordo com o especial, a Repsol Sinopec foi a empresa de óleo e gás que mais cresceu no Brasil em 2014.
 
 
A Repsol Sinopec também se destacou por ser a companhia privada de petróleo com o maior patrimônio líquido, a empresa de energia com o menor nível de endividamento e a companhia de óleo e gás que melhor remunerou seus acionistas em 2014.
 
O campo de Sapinhoá, localizado no bloco BM-S-9, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o principal motor desses resultados. O campo é responsável por cerca de 85% da produção da companhia e tem cinco poços produtores conectados à FPSO Cidade de São Paulo, que já se encontra em seu platô, produzindo cerca de 130 mil boe por dia, além de outros dois conectados à FPSO Cidade de Ilhabela, produzindo no momento 90 mil boe por dia, mas com capacidade para produzir 150 mil boe diários.
 
Além de Sapinhoá, a Repsol Sinopec tem participação no campo produtivo de Albacora Leste, na Bacia de Campos, em quatro blocos ainda em fase exploratória e realiza o Plano de Avaliação do bloco BM-C-33, no pré-sal da Bacia de Campos, onde a companhia, que é a operadora do bloco, fez as descobertas de Pão de Açúcar, Seat e Gávea. Juntas, as três descobertas apresentam estimativas de recursos de mais de 700 milhões de barris de óleo leve e mais de 3 trilhões de pés cúbicos de gás.
 
 
 
 
Companhia publica propostas do Plano de Sustentabilidade 2015
Plano leva em conta estudo de expectativas de todos os stakeholders da empresa
 
A Repsol Sinopec Brasil acaba de publicar as propostas de ações para o Plano de Sustentabilidade 2015, assim como o relatório de fechamento de seu Plano 2014. Para este ano, 34 ações foram propostas. Com relação a 2014, das 33 ações postas em prática, 22 foram totalmente realizadas, 10 ainda estão em progresso e uma foi cancelada.
 
Para elaborar o Plano de Sustentabilidade, soma-se ao planejamento estratégico da companhia um estudo de expectativas realizado junto às partes interessadas, a fim de identificar as questões mais relevantes sobre as quais a empresa precisa agir. Tais expectativas foram classificadas com base na norma ISO 26000 (Orientações sobre Responsabilidade Social) e guiam as ações propostas por todas as áreas da companhia nas matérias de Direitos Humanos, Práticas Trabalhistas, Segurança, Meio Ambiente, Práticas Operacionais Justas, e Envolvimento e Desenvolvimento Comunitário. 
 
Os temas Envolvimento e Desenvolvimento Comunitário e Práticas Trabalhistas foram os mais relevantes para a proposição das ações nesses dois anos, refletindo um olhar atento da empresa para o bem-estar tanto da comunidade quanto de seus funcionários. Entre as ações desenvolvidas no decorrer de 2014, destacam-se a implantação de um plano de ação para a melhora do clima laboral, o incentivo à associação de empresas internacionais com empresas locais brasileiras, a continuidade do desenvolvimento das comunidades das regiões de influência da companhia e o apoio a projetos de meio ambiente em parceria com ONGs do setor. 
 
Presente de forma transversal em todas as áreas da Repsol Sinopec Brasil, a responsabilidade social está amparada por um modelo de gestão corporativo que compreende os compromissos adquiridos, os sistemas de coordenação e os órgãos de governança.   
 
Para ler o relatório de fechamento Plano de Sustentabilidade 2014, acesse o link. E para conhecer as ações propostas para o Plano de Sustentabilidade 2015, clique aqui.
 
 
 
 
Plataforma Educativa Repsol Sinopec completa seis anos
Neste período foram mais de 650 alunos formados nos cursos POP e MAC
 
Iniciada em 2009, a Plataforma Educativa Repsol Sinopec completou seis anos de estrada no dia 9 de julho. Neste período, foram mais de 70 mil quilômetros percorridos entre Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo, 12 mil pessoas atendidas, 18 cidades visitadas e 20 cursos diferentes ministrados no caminhão do programa.
 
"A Repsol Sinopec está muito feliz por comemorar esta data, ainda mais com números tão expressivos. O foco do programa sempre foi trabalhar para melhorar a capacitação das comunidades pesqueiras e assim contribuir para seu desenvolvimento. Só nos cursos de "Pescador profissional – POP" e "Marinheiro auxiliar de convés – MAC", em parceria com a Marinha, mais de 650 pescadores foram formados", destaca Gabriela Simões, gerente de Comunicação e Relações Externas da Repsol Sinopec Brasil.
 
 
Com foco no desenvolvimento comunitário e na cidadania, a Plataforma Educativa Repsol Sinopec é um programa itinerante que leva conhecimento, qualificação e aperfeiçoamento profissional às comunidades costeiras. Além da Marinha do Brasil, o projeto conta com as parcerias da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), da fabricante de motores Yanmar e das prefeituras das cidades visitadas.
 
Antes de as atividades serem iniciadas, a Repsol Sinopec realiza um trabalho prévio com a população local para levantar as principais demandas da comunidade, de forma que a unidade móvel também possa ser utilizada para atividades paralelas, como campanhas de vacinação, exames de saúde, doação de alimentos e agasalhos, palestras e esclarecimentos diversos à população.
 
Também já foram oferecidos pela Plataforma Educativa Repsol Sinopec os cursos de "Manutenção preventiva de motores", "Gestão de resíduos no mar", "Processamento de pescados" e "Rádio amador", entre outros. E graças à rede de parceiros, a Plataforma Educativa também abriga atividades complementares, como palestras sobre "Legalização de embarcações", "Legislação ambiental sobre pesca" e "Conservação de pescado".
 
Todas as atividades são gratuitas, acompanhadas por material didático e ministradas em uma unidade móvel de 12 metros de comprimento, com capacidade para 25 alunos por turma e equipada com computadores e kit multimídia.
 
 
Plataforma Educativa deixa Cabo Frio e segue para Ubatuba
 
Após quase um mês em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, onde ficou de 11 de junho a 6 julho e ofereceu os cursos "POP" e "Boas práticas em manipulação e beneficiamento artesanal do pescado", além das palestras "A Mata Atlântica é Aqui" e "Segurança no entorno das plataformas de petróleo", o programa segue para Ubatuba. Lá a Plataforma Educativa Repsol Sinopec ficará de 23 a 31 de julho para ministrar o curso "POP".
 
 


 
Diretor da SOS Mata Atlântica faz palestra para funcionários da Repsol Sinopec
Evento foi realizado para celebrar o Dia do Maio Ambiente
 
 
Para comemorar o Dia do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho, a Repsol Sinopec Brasil promoveu uma palestra com Mário Mantovani, diretor da Fundação SOS Mata Atlântica. Durante a apresentação, Mantovani abordou as ações de cada pessoa que geram impactos no meio ambiente e como é possível contribuir para minimizar esses impactos. 
 
Parceira da Fundação SOS Mata Atlântica há dez anos, a Repsol Sinopec participa dos projetos Florestas do Futuro, Costa Atlântica e A Mata Atlântica é Aqui em parceria com a Fundação.
 
 
 
 
Dani & Debora Gurgel Quarteto se apresentam no Sarau Repsol Sinopec
Apresentação foi transmitida ao vivo pela internet
 
Fruto da união do trabalho da arranjadora, pianista, flautista e compositora Debora Gurgel e da também compositora, cantora e saxofonista Dani Gurgel, o grupo Dani & Debora Gurgel Quarteto foi o convidado de junho do Sarau Repsol Sinopec. A apresentação, realizada na Pequena Cruzada, na Lagoa Rodrigo de Freitas, foi transmitida ao vivo pela internet, com link a partir do site da companhia.
 
 
O quarteto, completado pelo baterista Thiago Rabello e pelo contrabaixista Sidiel Vieira, apresentou o repertório de seu novo disco, "Luz", com canções que são em sua maioria autoral, composto por Dani e Debora, acompanhadas por releituras de composições de Sting, Toninho Horta e Elis Regina.
 
Foi o segundo show da 9ª temporada do Sarau Repsol Sinopec, que em abril recebeu o compositor, violonista e cantor paulista Fábio Cadore. A próxima convidada do projeto será a cantora Daíra Saboia, que se apresentará no dia 30 de setembro.