Sapinhoá terá 10 novos dutos rígidos para produzir 150 mil barris de petróleo por dia
Dutos submarinos permitirão que plataforma atinja sua capacidade máxima de produção
 
Foi iniciada em janeiro a instalação de 10 dutos submarinos de produção em Sapinhoá Norte, no bloco BM-S-9, no pré-sal da Bacia de Santos, onde está localizada a FPSO Cidade de Ilhabela. Os dutos, do tipo rígido, serão instalados em profundidade de 2.240 metros e permitirão o aumento da capacidade de coleta da plataforma, que hoje produz cerca de 30 mil barris de óleo por dia (bpd), para sua capacidade máxima de 150 mil bpd. Também será instalado um riser híbrido autossustentável com capacidade para exportar 6 milhões de m³ de gás por dia.
 
 
Na parte sul de Sapinhoá, a FPSO Cidade de São Paulo já alcançou seu pico de produção, com cerca de 132 mil barris de óleo equivalente produzidos por dia. Além da Repsol Sinopec Brasil (com 25% de participação), o consórcio BM-S-9 é formado por Petrobras (operadora com 45%) e BG E&P Brasil (30%).
 
 
 
 
Repsol Sinopec seleciona profissional para o Programa Master
Curso é desenvolvido pelo Centro Superior de Formação Repsol, em Madri
 
A Repsol está sempre em busca de novos talentos. Com esse objetivo, a companhia está selecionando um engenheiro de petróleo para fazer um curso de especialização em Exploração e Produção de Hidrocarbonetos na Espanha. As inscrições para a edição deste ano terminam no dia 23 de fevereiro e devem ser feitas exclusivamente pelo LinkedIn da Repsol Sinopec Brasil.
 
O curso é desenvolvido pelo Centro Superior de Formação Repsol e é ministrado fundamentalmente em Madri, com alguns módulos em parceria com a Heriot-Watt University, em Edimburgo (Escócia). O corpo docente é formado por professores de conceituadas universidades e renomados profissionais da indústria.
 
O Programa tem duração de dez meses – as aulas começam em agosto e vão até junho de 2016. O selecionado integrará uma turma com alunos de diversas nacionalidades – todos estudam em tempo integral, totalizando 1.500 horas de aula. Além de a Repsol arcar com todos os custos do curso, os participantes recebem uma bolsa para cobrir os gastos com estadia.
 
Após o término do curso, o participante retorna à Repsol Sinopec Brasil com um contrato inicial de dois anos para aperfeiçoamento profissional.
 
Requisitos 
- Os candidatos devem possuir diploma em engenharia de petróleo obtido nos últimos quatro anos;
- Possuir nível avançado em Inglês;
- Ter disponibilidade para participar do curso em tempo integral.
 
Após o término das inscrições, serão realizadas as provas on-line. Os aprovados participarão de uma dinâmica de grupo e depois serão entrevistados.
 
 
 
 
 
 
Marinheiros de São Sebastião recebem diplomas MAC e MAM
Cursos foram oferecidos pela Plataforma Educativa Repsol Sinopec, em parceria com a Marinha 
 
 
Em cerimônia realizada no dia 19 de janeiro, na sede da Delegacia da Capitania dos Portos, em São Sebastião, litoral de São Paulo, foram entregues as carteiras de Marinheiro Auxiliar de Convés (MAC) e Marinheiro Auxiliar de Máquinas (MAM) para os alunos que participaram dos respectivos cursos, em outubro do ano passado, na Plataforma Educativa Repsol Sinopec, em parceria com a Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Sebastião. Estiveram presentes ao evento o prefeito de São Sebastião, Ernane Bilotte Primazzi e o capitão de corveta Abraão Azulai, representando a Capitania dos Portos. Ao todo, 57 alunos foram aprovados (30 no curso MAC e 27 no MAM).
 
"Moro em Caraguatatuba e sempre quis fazer esse curso, mas nunca conseguia me inscrever. Quando soube que a Plataforma Educativa viria para São Sebastião não pensei duas vezes e me inscrevi logo. Deu tudo certo e consegui ser aprovado. Agora é aproveitar as oportunidades que virão", disse o marinheiro auxiliar de máquinas Anderson Miranda de Paula. 
 
O capitão de corveta Abraão Azulai falou sobre a grande oportunidade que os 57 alunos tiveram ao participar de um curso muito concorrido no Brasil. Também destacou a oportunidade de trabalho na região, que tem 25 mil embarcações de esporte e recreio inscritas na Capitania dos Portos de São Sebastião.
 
A Plataforma Educativa Repsol Sinopec completou cinco anos de estrada em 2014. Neste período, percorreu cerca de 68 mil quilômetros e atendeu a mais de 12 mil pessoas de 18 cidades de Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. 
 
No ano passado, o programa ofereceu os cursos "POP – Pescador profissional", "MAC – Marinheiro auxiliar de convés", "MAM – Marinheiro auxiliar de máquinas", "Mecânica de motores", "Processamento de pescados" e "Gestão de resíduos em embarcações". Ao todo, 670 pessoas participaram das atividades promovidas pela Plataforma Educativa no ano passado.
 
 


 
Companhia doa Dorival Caymmi – Acontece que ele é baiano para bibliotecas públicas
Ao todo, 300 exemplares foram distribuídos para todo o país
 
 
Em janeiro, a Repsol Sinopec Brasil doou 300 exemplares de Dorival Caymmi – Acontece que ele é baiano, editado pela companhia, para o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), que os repassará para unidades de todo o país. 
 
Repleto de fotos, pinturas, cartas e manuscritos de Dorival Caymmi, o livro reúne uma biografia resumida escrita por Stella Caymmi, neta do artista, uma análise da obra musical escrita por Júlio Diniz (professor de literatura da PUC-Rio), uma análise critica escrita por Caetano Veloso e o texto "Memórias", de João Ubaldo Ribeiro, no qual, a partir de pequenas crônicas, ele aborda de forma muito particular a personalidade do Dorival Caymmi. 
 
 
 
 
2014 sem incidentes de segurança com afastamento e de meio ambiente
Companhia completa mais de 450 dias sem afastamentos em suas operações
 
A busca pela excelência em segurança e meio ambiente é constante na Repsol Sinopec Brasil, um objetivo perseguido em tempo integral por todos os colaboradores. Por isso a companhia está muito feliz por terminar 2014 sem incidentes de segurança com afastamento e sem nenhum vazamento de óleo. 
 
 
Em sua operação no Plano de Avaliação do bloco BM-C-33, no pré-sal da Bacia de Campos, a bordo do navio-sonda Ocean Rig Mylos, já são mais de 450 dias sem incidentes desse tipo, o equivalente a quase 1 milhão de homens-hora. Considerando operações passadas, já são mais de 1.200 dias, equivalendo a cerca 2.600.000 homens-hora.
 
 
 
 
Fernanda Oliveira e Ana Barbachan terminam em 5º na Copa do Mundo ISAF em Miami
Com o resultado, dupla patrocinada pela Repsol Sinopec assumiu o 2ª lugar no ranking mundial da categoria 470
 
 
Com o 4º lugar na Medal Race, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan encerraram a Copa do Mundo ISAF em Miami na 5ª colocação, sendo a dupla brasileira melhor classificada na classe 470. Com o resultado, as velejadoras alcançaram a 2ª colocação no ranking mundial da International Sailing Federation (ISAF) e seguem firmes para, mais uma vez, representarem o Brasil na classe 470 nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.
 
A próxima competição da dupla será em março, no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha. Até lá, as atletas seguem treinando em Porto Alegre e no Rio de Janeiro.